5 dificuldades enfrentadas por Pequenas Empresas

5 dificuldades pequenas empresasEstar a frente de uma empresa representa superar uma série de desafios a serem vencidos todos os dias. E esse desafio se torna ainda maior quando tratamos de pequenas empresas. Diversos fatores como burocracia, falta de capital de giro ou dificuldades na gestão empresarial contribuem para o caos empresarial que faz com que boa parte das empresas fechem suas portas antes dos três anos de existência. Por isso, separamos 5 dificuldades enfrentadas por pequenas empresas e dicas para que você seja bem sucedido nesse desafio que é empreender. Aproveite!

I – BUROCRACIA

Todo empreendedor tem medo dessa palavra. A burocracia está em todos os órgãos. Prefeituras, Receita Federal, Cartórios, entre outros. Além disso, novas leis são criadas todos os dias, gerando novas obrigações tributárias ou alterando a forma como as empresas devem efetuar a transmissão de dados e, por isso, muitos empreendedores acabam ficando com dúvidas e até mesmo pagando multas por falta de cumprimento da legislação.

A melhor maneira de se manter imune à esse tipo de problema é possuindo uma assessoria contábil competente e que esteja próxima ao empresário nesse desafio que é manter uma empresa saudável.

II – CAPITAL DE GIRO

Imprescindível para pequenas empresas, o Capital de Giro nada mais é que dinheiro necessário para manter as contas em dia, mantendo todas as despesas operacionais como impostos, salários e manutenção do estoque.

O grande problema é que muitas empresas, principalmente as que estão iniciando suas atividades, não possuem recursos suficientes para se manterem sem passar sufoco! Quando se trabalha com capital de giro baixo, a empresa corre o sério risco de ficar sem dinheiro para manter sua operação.

Muitos empresários acabam recorrendo à empréstimos bancários e financiamentos. O grande problema é que não analisam os custos e riscos de tais operações e acabam não conseguindo pagar os empréstimos, gerando uma outro problema para a empresa.

O primeiro passo para se ter uma boa gestão de capital de giro é definir os custos fixos da empresa. É essencial saber qual o custo de operação de uma empresa, para que se faça um planejamento envolvendo os próprios custos e as metas de vendas. Caso seja necessário, cabe ao gestor efetuar cortes na empresa, sempre buscando um equilíbrio entre as despesas e receitas.

III – IMPOSTOS

A alta carga tributária praticada no Brasil também é um grande problema para as micro e pequenas empresas. Além disso, não existe, para a maioria das pequenas empresas, uma cultura de planejamento tributário. Dependendo do ramo de atividade, é possível, dentro da legalidade, pagar menos imposto.

Para se pagar menos impostos, se fazem necessários estudos da legislação tributária e simulações, que ajudarão a sua empresa a encontrar o melhor regime tributário que pode reduzir de forma significativa os custos de uma empresa com impostos. Para isso, é importante optar por uma assessoria contábil competente desde o início das atividades, o que permite um melhor planejamento e resultados a médio prazo.

IV – GESTÃO

No Brasil, é muito comum que o empreendedor gerencie sua empresa de forma “intuitiva”. Porém, é necessário muito mais que isso. Gerenciar uma empresa, requer organização financeira, gestão de pessoas, gestão de estoque, entre outros desafios.

Para enfrentar esse desafio, o empreendedor deve sempre buscar conhecimentos na área de gestão. A Endeavor Brasil disponibiliza diversos cursos gratuitos que podem lhe auxiliar na gestão do seu negócio.

Além disso, é importante que o empreendedor utilize recursos como softwares de gestão que auxiliem na tomada de decisão.

V – PLANEJAMENTO

Parece óbvio. Mas a maioria das pequenas empresas não possuem um planejamento. Sem planejamento se torna impossível se crescer de forma estruturada. O planejamento é essencial para que o empreendedor possua controle sobre o crescimento da empresa. Dentre as principais dificuldades em relação ao planejamento, listamos as seguintes:

  • Ausência de metas sobre o crescimento e faturamento;
  • Ausência de métricas que direcionem o crescimento da empresa;
  • Falta de conhecimento sobre os processos internos da empresa;
  • Falta de conhecimento sobre a concorrência.

A primeira coisa a se fazer para se realizar um planejamento bem-sucedido, é traçar as metas e objetivos da empresa. Para isso, ter em mente a Missão, a Visão e os Valores da empresa se torna essencial. Isso não significa apenas um quadro pendurado na sala dos sócios. Significa ter claro onde a empresa quer chegar, qual a importância dos clientes para a organização e qual o seu propósito de existência.

Realizar um diagnóstico do mercado também é importante. É preciso identificar como a sua empresa pode competir com os seus concorrentes, enumerando os pontos fortes e fracos da sua empresa, possibilitando traçar um plano de ação.

Para empreender, é necessário se preparar e não desanimar em meio as dificuldades que são encontradas pelo caminho. Além disso, se capacitar e buscar conhecimento podem fazer toda a diferença. Por isso, nós da Étika Soluções Consultoria temos buscado auxiliar nossos clientes nesse desafio, não só cuidando da parte burocrática, mas auxiliando na estratégia e no planejamento do negócio. Conte conosco!