Como abrir um salão de beleza

Como abrir um salão de beleza? Se você sonha em empreender e quer abrir um salão de beleza, veja o passo a passo neste artigo.

Em primeiro lugar, abrir um salão de beleza é um negócio lucrativo. Além disso, você pode iniciar a atividade de forma simples e ir se expandindo. Mas como tirar esse sonho das ideias, ou do papel e tornar ele uma realidade?

Veja aqui no nosso post de hoje como abrir um salão de beleza.

Como abrir um salão de beleza

Para abrir um salão de beleza, siga os seguintes passos:

1 – Escolha o local

A escolha do local é essencial na hora de abrir um salão de beleza. Você pode escolher iniciar as atividades em casa ou num local onde há bom fluxo de pessoas.

Seu espaço de trabalho deve ser pensado para receber o público de modo confortável. De preferência, que tenha boa iluminação, ventilação, uma TV, etc. Portanto, tudo deve ser feito de modo que traga bem-estar para os clientes.

O mais importante é que haja espaços separados para corte, depilação, maquiagem etc.

2 – Defina o tipo de serviços

Em primeiro lugar, Na hora de abrir um salão de beleza, pense em quais serviços você irá prestar. Por exemplo, cortes e escovas, pintura, manicure, estética, etc.

Em segundo lugar, defina os equipamentos do salão, tendo como base os serviços que você irá prestar.

E para saber como pagar menos impostos escolhendo o melhor regime tributário para seu salão, clique aqui e fale com nossos especialistas!

3 – Equipamentos para montar o salão de beleza

Agora, vamos aos equipamentos que você pode comprar:

  • Cadeiras de cortes
  • Espelhos
  • Lavatórios
  • Cadeiras de esperas
  • Estufas
  • Mesas ou balcões
  • Máquinas de corte, tesouras, secador
  • Produtos para cabelos
  • Carrinhos auxiliares.
  • A sua equipe

Então, depois de definir o tipo de serviço que você vai oferecer no seu salão de beleza, é hora de definir as pessoas que irão trabalhar com você.

Certamente você vai precisar de profissionais para prestar serviços que você não pode executar. Portanto, contrate pessoas que possuam perfil apropriado para atender seu público.

Mas lembre-se, seus funcionários devem estar registrados para você não tenha problemas com a justiça trabalhista. Desta forma, uma boa opção é se adequar à lei do Salão Parceiro, que traz previsões interessantes para o empreendedor e para os profissionais.

4 – Pense na experiência do seu cliente ao montar o salão de beleza

O seu salão de beleza não deve ser apenas mais um salão na sua cidade. Portanto, tenha um negócio que seja o mais lembrado da sua região. Desta forma, não vão faltar clientes e seu lucro será recorrente!

Então, agora, pense na identidade visual do estabelecimento e no ambiente em geral, como:

  • O que quer oferecer: sofisticação, alegria, praticidade, sentimentos?
  • Quais cores usar? Como será o design interno?
  • Como serão as salas de espera? O que oferecer ao cliente? Uma revista? Lanches? Algo mais?

Acima de tudo, isso tudo forma um conjunto que traz ao cliente melhor experiência e conforto quando ele entra em contato com seu estabelecimento.

Da mesma forma, você também precisa investir em novidades para seus clientes, pois isso faz com que seu cliente fique ainda mais satisfeito.

Lembrando que é importante legalizar seu salão de beleza, pois você corre um sério risco ao ter um negócio irregular. Para mais informações de como legalizar o seu salão de beleza, contate agora nosso contador, clique aqui!

5 – Quanto custa para abrir um salão de beleza?

Para montar um salão de beleza, como você já sabe, serão necessários alguns investimentos. Portanto, tudo vai depender do público alvo que você pretende atingir, além dos tipos de serviços prestados e da localização do seu salão.

Veja alguns custos que envolvem a abertura do salão, estão:

  • Aluguel e condomínio
  • Contratação de funcionários
  • Despesas de água e energia elétrica
  • Produtos de beleza
  • Impostos
  • Telefone e internet
  • Taxas municipais de abertura.

Além disso, tenha em mente que é muito importante ter um capital de giro para a operação. Em suma, o capital é um valor reservado para investimentos e imprevistos como manutenção de equipamentos, demissão de funcionários, etc.

Além disso, você deve regularizar seu salão de beleza já no início das suas atividades, o que é o correto!

Sendo assim, você terá custos com a regularização do seu CNPJ, além de taxas municipais como alvará e licença sanitária.

Se você quer saber quanto custa regularizar o seu salão de beleza, entre em contato com um de nossos especialistas.

6 – Como legalizar o salão de beleza?

Ainda que seu salão seja pequeno ou esteja no início das atividades, a legalização é um ponto obrigatório. Porém, é muito comum que o empreendedor brasileiro não dê a devida atenção a este ponto.

Em suma, isso ocorre devido a grande burocracia, juntamente com a alta carga tributária imposta as empresas brasileiras.

Mas existem algumas opções para iniciar suas atividades de maneira regular e pagando menos impostos. A primeira opção, seria abrir um MEI. A outra opção seria iniciar suas atividades sendo tributado pelo Simples Nacional.

Certamente, dentre as vantagens de ser MEI estão:

  • Recolhimento de tributos de modo simplificado e extremamente barato;
  • Você pode emitir notas fiscais;
  • Usufrui de alguns direitos trabalhistas importantes.

No entanto, o MEI não pode ter faturamento superior a R$ 81 mil no ano. Consequentemente, a melhor opção seria optar por abrir uma empresa do Simples Nacional.

E, para mais informações de como legalizar o seu salão de beleza, contate agora nosso contador, clique aqui!

Em suma, neste post você viu como abrir um salão de beleza.

Notou como é simples abrir um salão, atuar dentro da legalidade e levar adiante seu sonho de empreender? Agora é com você, e como sabe, pode começar em um espaço pequeno e ir se expandindo.

Mas lembre-se, um Contador é o profissional ideal para te ajudar com tudo isso. Se deseja regularizar sua empresa, clique aqui e para entrar em contato!